English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Links Brasil Net

Tudo sobre as obras de J.R.R.Tolkien!

...pedo mellon a minno...


Arquivo do blog

domingo, 13 de maio de 2012

Da Terra Média a Asgard... (1ª parte)

O que possuem em comum?


Começamos este estudo, tentando entender e ligar os pontos entre a extensa literatura fantástica de Tolkien e suas verdadeiras origens, tentando estabelecer alguma ligação com a mitologia nórdica, fruto do folclore alemão, como Tolkien iniciou sua obra, quais foram suas referências? Qual a ligação entre a Terra Média e as figuras míticas que povoam nossas vidas nos dias atuais... quem foram os Deuses de Asgard, de onde surgiram?  E o que a Terra Média de Tolkien tem a ver com tudo isso?

Comecemos entendendo um pouco dessa mitologia nórdica:

“A maior parte desta mitologia foi passada adiante oralmente, sendo que grande parte dela foi perdida. O Elder Edda (também conhecido como Edda poética ou Edda em verso), foi escrito aproximadamente no século XIII, contém 29 poemas longos, sendo que 11 tratam sobre as divindades germânicas e o resto se referem aos heróis legendários.”

O universo segundo a mitologia nórdica:


“Na mitologia nórdica, se acreditava que a terra era formada por um enorme disco liso. Asgard, onde os deuses viviam, se situava no centro do disco e poderia ser alcançado somente atravessando um enorme arco-íris (a ponte de Bifrost). Os gigantes viviam em um domicílio equivalente chamado Jotunheim (Casa dos Gigantes). Uma enorme ábade no subsolo escuro e frio formava o Niflheim, que era governada pela deusa Hel. 


Este era a moradia eventual da maioria dos mortos. Situado em algum lugar no sul ficava o reino impetuoso de Musphelhein, repouso dos gigantes do fogo. Outros reinos adicionais da mitologia nórdica incluem o Alfheim, repouso dos elfos luminosos (Ljósálfar), Svartalfheim, repouso dos elfos escuros, e Nidavellir, as minas dos anões. Entre Asgard e Niflheim estava Midgard, o mundo dos homens (conhecido como: a Terra Média).”

E neste ponto entramos um pouco no Mundo Tolkien, para esclarecer

“O termo "Terra Média" ("Middle-earth" em inglês) não foi inventado por Tolkien. Terra média é o nome para a terra antiga e fictícia de J. R. R. Tolkien, onde a maioria dos contos do seu imaginário ocorrem. Terra Média é a tradução literal do termo anglo-saxão middangeard, referindo-se a este mundo, o reino dos humanos. Tolkien traduziu "Terra-média" como Endor (algumas vezes Endóre) e Ennor nas línguas élficas Quenya e Sindarin.

Nove Mundos da Mitologia Nórdica:

Asgard (Ásgarðr)
Midgard (Miðgarðr)= Terra Média
Jotunheim (Jötunheimr)
Vanaheim (Vanaheimr)
Alfheim (Álflheimr)= lar dos elfos
Musphelhein
Svartalfheim
Nidavellir
Niflheim

Entenda um pouco os seres sobrenaturais da mitologia nórdica:

“Há três "clãs" de divindades: os Æsir, os Vanir e os Iotnar (referenciados como os gigantes), os Æsir e o Vanir são geralmente inimigos dos Iotnar (Jotuns no singular).”
Fazem parte dos Æsir= Odin, Vili, Ve, Thor, Tyr, Heimdall, Hoenir, Loki, Frey, Njord, Balder, Bragi, Forsetes, Hermodr, Höðr, Magni e Modi, Mani, Meili, Ull, Vali, Vidar.





Sobre Loki:

Loki não é primeiramente um adversário dos deuses,
 embora se comporte frequentemente nas histórias como o adversário primoroso contra o protagonista Thor, e os gigantes não são fundamentalmente malignos, apesar de normalmente rudes e incivilizados. 

O dualismo que existe não é o mal contra o bem, mas a ordem contra o caos. Os deuses representam a ordem e a estrutura visto que os gigantes e os monstros representam o caos e a desordem.”


Sobre os elfos na mitologia nórdica:

“O mitógrafo e historiador Islandês Snorri Sturluson  se refere aos demais elfos como "elfos da luz" (ljósálfar), o que freqüentemente foi associado com a conexão dos elfos com Freyr, o deus do sol (de acordo com Grímnismál, Edda Poético). Snorri descreve as diferenças entre os elfos como se segue:
"Há um lugar lá [no céu] que é chamado de Lar dos Elfos (Álfheimr).
As pessoas que vivem lá são chamadas de elfos da luz (Ljósálfar).
Mas os elfos da escuridão (Dökkálfar) vivem sob a terra,
e são diferentes em aparência – e ainda mais diferentes na realidade.
Os Elfos da Luz são em aparência mais brilhantes do que o sol,
e os Elfos da Escuridão são mais negros que betume."
(Snorri, Gylfaginning 17, Edda em Prosa)


A descrição mais antiga existente dos elfos vem da mitologia Nórdica. Em Nórdico Antigo eles são chamados álfar (no singular nominativo álfr).
A terra governada pelo Rei Alf era chamada Alfheim, e toda sua descendência era relacionada aos elfos. Eles eram mais belos do que qualquer outro povo… O último dos reis é chamado Gandalf.




Referências:
Trecho do Artigo: Elfos na Mitologia Nórdica, por Fabio Bettega.
http://euludico.blogspot.com.br/p/curiosidades.html (por Rafael Rocha - Pedagogo).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget