English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Links Brasil Net

Tudo sobre as obras de J.R.R.Tolkien!

...pedo mellon a minno...


Arquivo do blog

domingo, 17 de junho de 2012

Está chegando a hora: "Uma jornada Inesperada"


A Warner Bros anunciou oficialmente que O Hobbit: Uma Jornada Inesperada e O Hobbit: Lá de Volta Outra Vez chegam ao Brasil no mesmo dia de estréia nos EUA, o primeiro filme está marcado para 14 de dezembro de 2012 e o segundo filme chegará no dia 13 de dezembro de 2013.

Uma amostra do que virá...





Como toda a história começou, um pouco sobre o livro:



Seu nome é Bilbo Bolseiro, um hobbit, para aqueles que não sabem o que significa ser um hobbit, uma pequena descrição é feita já no início do livro, era um povo pequeno digamos, metade de um homem normal, tinham cabelos encaracolados e castanhos, bem como em seus pés que também mantinham descalços, não possuíam barba, um povo alegre, e que gostava de boa comida, talvez por isso alguns sejam gordos, gostavam da paz e tranquilidade, e não aventuram-se muito. Contudo, a narrativa conta bem mais detalhadamente seus costumes e sua cultura, o foco principal do livro claramente são os hobbits, em específico um deles, e suas aventuras diante de terras muito distantes de seu amado Condado, sua terra-natal, um lugar hospitaleiro, mas que não gosta de viajantes e aventureiros como Bilbo provaria ser.
O livro trás uma rica descrição de sua vida e parentela em Bolsão, lugar onde viveu até o final de sua vida (com exceção da grande viagem para o mar com os elfos, sua última morada, tema para outro livro), mas Bilbo era um fidalgo, com uma propriedade de respeito e já estava acostumado à boa vida, claro até chegar a sua porta o querido e sábio Gandalf, o mago, que se tornaria um grande amigo seu.
Gandalf chega a sua casa com uma proposta impensável, uma aventura e diversos perigos, assim sem ter tempo de pensar, ele foi entrando na história entre treze anões e um tesouro guardado por um dragão, uma busca que ao final mudaria sua vida, Bilbo embarcou na experiência que o levaria de ladrão a herói.
O caminho deveria levá-los a Montanha Solitária, lar de Smaug, o dragão, lá escondido entre as profundezas da montanha estaria o tesouro de Thorin e sentado nele está Smaug, esperando por novas presas para devorar. Mas muito antes de encontrarem uma forma de chegar ao destino proposto haveriam de percorrerem muitas trilhas perigosas, de orcs e lobos a aranhas gigantes, perdidos pelos ermos ficaram, foram separados e chamuscados, duvidaram do pequeno bolseiro mais de uma vez durante a jornada e este por sua vez lamentou por não estar em sua bela toca na vila dos hobbits.
Rascunho original de Tolkien
Dentre cavernas sombrias e buracos em fendas Bilbo conheceu a escuridão, o medo, a solidão, e em uma dessas cavernas ele também conheceu uma criatura que mudaria o rumo de sua vida e de toda a Terra-Média, Gollum, e seu misterioso “precioso”.

Conheceram diversos povos, alguns nobres, reis, como os sábios elfos da Floresta, e os homens da Cidade do Lago, lá sendo bem recebidos, conseguindo assim aproximar-se mais da temida Montanha Solitária e de seu ilustre morador, o dragão. Mas a história mostrará que somente sua astúcia e observação poderá vencer Smaug, o Magnífico, através de sua fraqueza, Bilbo consegue atraí-lo para fora da montanha, após morto, os anões retomam a montanha.
 Embora neste momento o leitor acredite que a história possa ter chegado ao fim, que seu objetivo tenha sido alcançado, há uma nova batalha a ser travada, os Elfos da Floresta e os homens da Cidade lago cercam a montanha e ordenam um ressarcimento por sua ajuda, compensações pela destruição da Cidade do Lago, e o pagamento de antigos direitos sobre o tesouro, mas como sempre, nesta ocasião surge novamente Gandalf para auxiliar e aconselhar a todos, quando mais eles precisam Mithrandir estava em seu amparo, unindo homens, elfos e anões para derrotarem um exército de orcs e wargs que se aproximavam da montanha.

Bilbo volta para o Condado, agora mais rico, mas isso não o tornou mais popular, ele sim tornou-se um hobbit pacato, e apesar de ter o respeito de elfos e anões, era considerado indiscreto por seus vizinhos,  sua fama diminuiu muito entre seus familiares.
(Resumo, por Luziane Palma)





Como a adaptação para o cinema entrou nesta história:

Peter Jackson:
"Isso é algo que me preocupava. Imaginei 13 caras com cabelo longo e barbas e pensei, 'Como vou saber qual anão é qual?' É uma tarefa infernal, na verdade. Achei que nove membros da Sociedade do Anel eram um problema, mas aqui, com Bilbo e Gandalf, temos 15 [personagens]. Está funcionando bem. Os anões trazem uma qualidade de comédia infantil que resulta em um tom bastante diferente de O Senhor dos Anéis".


"Eu queria que parecesse que estivéssemos de volta às locações na Terra Média. Estes dois filmes parecem pertencer ao começo dos outros três. Somos os mesmos cineastas voltando a um mesmo mundo".

Um comentário:

  1. Parabéns Luziane o seu Blog realmente foi feito com muito carinho, continue assim e valeu pela força!

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget