English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
Links Brasil Net

Tudo sobre as obras de J.R.R.Tolkien!

...pedo mellon a minno...


Arquivo do blog

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Alguns trechos da versão estendida

A Sociedade do Anel
(segunda parte)


A caminho de Bri, Frodo e Sam fazem uma primeira parada para descanso e lanche, escondidos na mata eles ouvem vozes e canções vindas da estrada, os hobbits correm em direção ao som e abaixados atrás de um tronco de árvore eles enxergam elfos da floresta, Frodo explica que eles estão indo para os Portos Cinzentos, deixando a Terra Média, e Sam com o olhar abatido diz que “ao vê-los partindo não sabe o porquê, mas sente-se mais triste com isso”.


Outra cena muito bela é quando Frodo e seus companheiros hobbits já estão na companhia de Aragorn a caminho de Valfenda, uma de suas paradas para descanso mostra Aragorn cantando, baixinho e com o olhar perdido ele canta em élfico, Frodo ouve a canção e pergunta quem é a mulher que fala a canção, e Aragorn lhe diz que ela é uma elfa, Luthien, que se apaixonou por um mortal, Beren, e acabou morrendo por isso.


Quando Boromir encontra Aragorn em Valfenda, na sala onde estão os fragmentos de Narsil, uma pequena cena precede o momento em que ele vê a espada e a pega, antes na versão estendida, Boromir observa o desenho de Sauron na parede da sala e ao virar-se vê Aragorn o observando, eles conversam brevemente, Boromir questiona Aragorn por ele não ser um elfo, e este lhe responde dizendo que é amigo de Gandalf, diz ainda “Homens do Sul são bem vindos”, e Boromir então o saúda e fala que estão ali pelo mesmo motivo, logo após ele encontra Narsil e a toma nas mãos.



O trecho mais marcante da versão estendida neste primeiro filme está na última cena antes da sociedade ser formada, quando o conselho do Anel é convocado, na sala todos se deparam com o Um Anel exposto, a pedido de Elrond, por Frodo e neste momento Boromir se levanta e começa a relatar o estranho sonho que teve antes de ir a Valfenda, diz “...vi o céu do leste ficar escuro, mas no Oeste uma pálida luz brilhava. Uma voz lamentava:- Sua destruição está próxima da mão. A Ruína de Isildur foi encontrada”, ao terminar de falar isso se aproxima do anel e perigosamente tenta tocá-lo, todos se olham assustados, é então que mestre Elrond levanta-se e grita o nome de Boromir, Gandalf também levanta-se e começa a falar na língua de Mordor, o ambiente escurece como se o mau estivesse próximo, todos os elfos presentes sentem-se mau e aturdidos, Boromir afinal senta-se novamente em seu lugar e Gandalf esclarece que o anel é demoníaco, um poder que vem crescendo no Oeste, mas Boromir volta a afirmar que “o Anel é uma dádiva”, dando sequência ao trecho da versão normal em DVD.


 Ainda em Imladris, Aragorn visita o túmulo de sua mãe, neste momento Elrond surge para lembrá-lo de seu dever como herdeiro de Isildur e o último de sua linhagem como descendente de Númenor, fala ainda do medo que sua mãe tinha quando o escondeu em Valfenda, seu desejo era proteger o filho, mas o destino estava indo contra isso, pois neste momento ele era a única esperança para Terra Média, erguer-se novamente dentre todos os reis do passado e assumir seu lugar brandindo a espada Narsil mais uma vez.

Um pouco antes de a comitiva partir, Elrond e todos os moradores de Valfenda, incluindo Arwen, se despedem dos nove companheiros, o sábio elfo deseja há todos sorte em sua longa jornada, “que seus corações sejam o guia e nenhum laço senão os da amizade e o desejo de seguir seus amigos os guiem”, a cena então muda para Frodo, Gandalf anuncia que a Sociedade do Anel espera o seu portador para iniciar a viagem, o pequeno hobbit vira-se para o portão de saída da cidade em direção a floresta, todos seus companheiros o seguem, Aragorn olha novamente para Arwen e também o segue, Frodo então pergunta à Gandalf para que lado fica Mordor, e o mago sussurra em seu ombro “esquerda”.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ocorreu um erro neste gadget